“…he took the midnight train…”

Eu sou uma grande fã de Glee. Desde que vi o primeiro episódio da primeira temporada sabia que era mais uma daquelas séries que eu iria acompanhar até o fim. Tanto pela parte musical (amo grande parte das performances), como também pelas histórias de cada personagem. Rachel e Finn sempre foram meus favoritos.

Foi um “susto” acordar no último domingo e me deparar com a triste notícia sobre a morte de Cory Monteith, ator que dava vida ao meu querido Finn Hudson. Tanto quanto foi um susto, ao menos para mim, que desconhecia a história de vida do ator, há cerca de 4 meses saber que ele estava indo para a rehab por uso de drogas (sem essa de “abuso de substâncias”, não sou dada a eufemismos, dorações de pílulas etc.). Para quem sabe tão pouco quanto eu sabia àquela época, o ator começou a ter problemas com narcóticos antes da fama e muito precocemente, aos 13 anos. A causa da morte, infelizmente, não me surpreendeu: álcool e heroína, segundo as preliminares da autópsia. Lamentável, obviamente. Embora fã, entretanto, não o defenderei, pois ao se iniciar com isso, sabe-se bem a que caminho geralmente isso levará. Ele decidiu começar. Mas sim, estou triste por isso.

Não é a isso, contudo, que dedicarei esse post, mas sim ao “movimento” #RememberingCory.

Vi-o pela primeira vez quando interpretava Charlie em Kyle XY. Achava-o lindo! #18YearsCrush

Tornei-me fã a partir do primeiro episódio de Glee, quando Finn Hudson é flagrado cantando a memorável “Can’t Fight This Felling” no chuveiro do vestiário do McKinly High. Como esquecer as performances de “I’ll Stand By You” ainda na primeira temporada ou de “Losing my Religion” (fãs de REM que me desculpem) no episódio “Grilled Chee-sus” na segunda temporada; “You Only Get What You Give”, na terceira; “Barely Brething “, na quarta?

Mas as performances mais épicas foram as feitas junto de Rachel Berry (Lea Michelle), a grande estrela da série. A versão do casal para “Faithfully” no episódio 01×22 “Journey to Regionals” é emocionante, intensa e, ao menos para mim, supera de longe a original do Journey. Igualmente profunda e sentimental foi “Pretending”, uma canção original da série, apresentada no último episódio da segunda temporada. E como não citar a versão gravada para uma de minhas músicas favoritas ever, “Don’t Speak”, original do No Doubt? Dado meu amor por esta, duvidava que fosse gostar da versão Glee, mas amo-a tanto quanto a original e acredito que esta foi a música que possibilitou uma das melhores sequencias da série, no épico episódio “The Break-Up”, da quarta temporada.

Quando Finn Hudson enfrentou Brody e lhe gritou “Stay away from my future wife”, senti-me tocada tão profundamente… Jamais esquecerei o impacto que essa cena teve sobre mim… Causou-me tantas expectativas felizes quanto ao futuro do meu casal gleek favorito… Eu acreditei que Finn iria finalmente fazer com que Rachel se tornasse sua esposa e que com isso teria #FinchelForever… Agora jamais teremos isso…

Eu também sempre lembrarei como eu ficava feliz cada vez que via “o meu” Finn Hudson dizer coisas lindas sobre ou para Rachel… Eu também sempre pensarei nas músicas que sempre os imaginei cantar mas nunca chegaram a cantar… Mesmo as do Bryan Adams, ainda que ele não tenha permitido que a série usasse suas composições.

Eu espero sinceramente que Finn Hudson tenha um fim na série digno de seu enorme coração, da sua importância na trama e da memória de Cory como ator… I really miss Finn Hudson, I really miss Cory…

Rest in peace, Cory…

“Don’t tell me ‘cause it hurts…”

Sobre Thaís Gualberto

Economista & Escritora // Economist & Writer

Publicado em 19 de julho de 2013, em Part of My Life e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: