Rosamunde Pilcher – “O Carrossel”

Depois de muuuito tempo, enfim volto a postar!

Não, ainda não estou com internet em casa, mas as aulas voltaram (voltaram antes do Carnaval, eu fui às aulas, mas não tive tempo de postar – sorry =x), então fica mais fácil escrever e postar ao menos semanalmente…

E aqui volto eu com uma de minhas sessões favoritas do blog! O Projeto 12!

E esse dia 28, trago-lhe “O Carrossel”, da inglesa Rosamunde Pilcher.

Sorry pela foto de celular!😦

Quando li: Entre 6 e 10 de fevereiro (leitura de ônibus rs)

Editora: Saraiva

Preço:R$ 19.90 em uma edição vira-vira conjunta com “Dia de Tempestade”, também da autora em questão.

Sobre a autora: Rosamunde Pilcher nasceu em 1924 na Cornualha, Inglaterra. Aos 25 anos publicou seu primeiro livro sob o pseudônimo de “Jane Fraser”, assinando com o nome verdadeiro apenas a partir de 1955. Aos 63 anos tornou-se reconhecida mundialmente com a publicação dos best-seller“Os Catadores de Conchas”. Talentosa romancista e contista, suas histórias costumam tratar das complexas relações familiares, sempre ambientadas nas mais belas paisagens da Grã-Bretanha, tendo sido seus livros publicados em mais de trinta países.

Sobre o livro: Publicado em 1982, o livro conta a história de Prue Shackleton, uma jovem inteligente, independente e com alma de artista. Prue recebe um inesperado convite: sua tia Phoebe acidentou-se e precisa de ajuda. Diante da premência do chamado, ela parte imediatamente para Holly Cottage, na Cornualha, onde Phoebe reside. Deixa para trás o jovem Nigel, com quem está comprometida e prestes a fazer um casamento formal. Viaja feliz, pensando em como será agradável acompanhar a tia excêntrica e querida e também poder rever as praias, pintar marinhas e explorar os arredores do chalé, em pleno verão. Nem desconfia de que se apaixonará por Daniel, um talentoso pintor, amigo de Phoebe. Entretanto, o novo amor de Prue guarda um segredo, que a jovem não desistirá de desvendar.

Pontos Positivos: Assim como no primeiro livro que li da autora, “Sob o Signo de Gêmeos” (lido em 2007), as descrições dos ambientes são fantásticas. Paisagens e cômodos tornam-se tão nítidos como uma fotografia quando descritos por Rosamunde Pilcher. Além disso, atrai-me o modo como questões familiares são mostradas e discutidas, todas de modo muito cauteloso, sensível e realista, porém culminando no fato de que a família é o mais importante para um indivíduo. Gosto também do fato de que a narrativa é bastante dinâmica, não havendo parágrafos ou trechos inúteis ao discorrer do enredo.

Ponto Negativo: As descrições dos personagens principais soam algo vagas para uma aficionada por descrição de pessoas (como eu), tanto no que tange ao físico como ao psicológico. Além disso, parece-me que o desfecho é um tanto quanto apressado, na medida em que os fatos desenrolam-se com uma agilidade muito superior ao desejável, ao menos em minha opinião.

Nota:8.5

Conhecem o livro ou a autora? Ficaram com vontade de ler? Opinem!

Beijos e abraços!

@thais_gualberto

 

Sobre Thaís Gualberto

Economista & Escritora // Economist & Writer

Publicado em 29 de fevereiro de 2012, em Projeto 12 e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Thais, querida!! Que saudade!!!
    Eu, como jornalista, deveria amar livros, mas não é isso que acontece hehehe… Preciso adquirir o hábito de ler e nada melhor do que boas indicações!

    Beijos. Bom final de semana!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: